FANDOM


Esta página é sobre o capítulo, para verificar outras páginas com o mesmo título vá para: Grace Field House.

"Grace Field House" é o 1° capítulo de Yakusoku no Neverland.

SinopseEditar

Emma e seus amigos têm uma vida muito boa no orfanato em que cresceram. Embora as regras sejam rigorosas, a cuidadora é gentil. Mas por que as crianças são proibidas de sair de lá...?

EnredoEditar

Emma e as crianças

Emma, junto com as outras crianças, indo tomar café da manhã.

Uma garota chamada Emma começa a narrar o básico de sua vida, apresentando o Orfanato Grace Field House como sua casa, a Mama Isabella como sua mãe, e as crianças de lá como seus irmãos. Mostrando a cena dela acordando e acordando as outras crianças, Emma conta que eles devem acordar às 6h em ponto com um ressoar de um sino. Ela ajuda as crianças menores a se arrumarem e corre para a sala de jantar, aonde duas crianças dão um tapa em suas costas, que estavam brincando de pega-pega, Emma diz que irá comê-los e corre atrás deles. Ela entra na cozinha, aonde estavam Ray e Norman, que a cumprimentam. Ray pergunta se ela tinha 5 anos devido a suas brincadeiras, irritando-a, que o lembra que ambos tem 11 anos. Mama a chama, assustando Emma inicialmente, que pensa que receberia uma bronca dela, que chora e diz que fará tudo como adulto, mas Mama diz que ama seu lado atencioso e carinhoso, encostando sua testa na dela, alegrando Emma. Emma narra que os amava e os consideravam sua família, mesmo não tendo laços sanguíneos, e que aquela era sua casa, enquanto é mostrado eles comendo.

Após o almoço, todos começam a fazer o teste de inteligência, que Emma comenta acontecer diariamente para substituir uma escola convencional. Após 60 questões com tempo de 10 segundos cada, Mama anuncia que Emma, Ray e Norman tiraram as notas perfeitas, 300, parabenizando carinhosamente Emma, que comenta que os elogios de Mama valiam a pena o esforço dos testes. As crianças saem para o quintal e decidem brincar de pega-pega, aonde Norman é o escolhido para pegar. Ele começa a contar e todos fogem para dentro da floresta. Enquanto corria pela floresta, Emma avista o portão, o único local proibido de ir, o local que dava passagem ao mundo exterior, ao qual eles nunca viram. Emma lembra de quando ela, Norman e Ray foram ao portão secretamente quando eram crianças, mas não passaram por ele ao lembrar da ordem de Mama.

Emma vs Norman

Norman prestes a pegar Emma.

Perto da casa, Gilda reclama que não recebeu nenhuma carta de seus irmãos que foram adotados, dizendo que, agora que estão vivendo bem, esqueceram deles, querendo sair logo do orfanato para vestir várias roupas. Emma comenta que o que eles conhecem no mundo exterior é através de livros, revistas e pesquisas. Não muito longe dali, Don se espanta ao ver que quase todos já haviam sido pegos por Norman, agora só faltava Emma. Após grande persistência, Norman consegue pegá-la, Emma pergunta como ele é tão bom, embora nunca tenha a vencido em uma corrida, Ray explica que Norman tinha táticas, explicando que ele observava como o alvo se move e como ele deveria atacar, como se fosse um jogo de xadrez em nível alto. Norman aparece e pergunta se não era aquilo que fazia a brincadeira divertida, aproveitando para dizer que achava Ray um estrategista melhor que ele, causando desconfiança nele por estar elogiando muito. De longe, as outras crianças admiram a inteligência e agilidade de Emma, Norman e Ray. Don vai até Norman e diz que terá uma vingança, propondo que, dessa vez, seja todos contra Norman, ele concorda, dizendo que não seria pego. Don diz que ele irá se arrepender de suas palavras, dizendo a Conny que eles iriam pegá-lo, fazendo Emma lembrar que este era o último dia da menina.

Ao anoitecer, todos rodeiam Conny, que estava quase pronta para sair. A garota diz que dará o seu melhor e que vai ficar bem, pois terá Bernie, seu coelho de pelúcia, ao seu lado. Ela diz que não é tão chamativa e incrível como eles e revela seu sonho de se tornar uma mãe como a Mama e que nunca largaria seus filhos. Emma fica emocionada e começa a chorar, correndo para abraçar Conny. Após Conny ir embora, Emma fica pensativa, relembrando das tristes despedidas dos últimos 10 anos, pensando que o próximo a ir embora seja ela, Norman ou Ray. Em seguida, Emma entra na cozinha e encontra Bernie, se espantando pelo descuido de Conny, mas não tinha como devolvê-lo. Ray diz que não é tarde, que havia visto umas luzes acesas perto do portão, aonde Conny deveria estar com Mama. Norman se dispõe para ir com Emma até o portão, dizendo que seria melhor par Conny se eles se apressassem.

Emma e os diman

Os Demônios sendo vistos por Emma pela primeira vez.

Eles vão até a porta dos fundos, que estava trancada, mas Norman abre a fechadura com dois grampos. Eles correm até o portão, aonde encontram uma caminhonete no local, aparentemente, vazio. Emma decide deixar Bernie no porta malas. Porém, ao abri-lo, ela derruba Bernie no chão, chocada, encontrando o corpo sem vida de Conny lá. Eles escutam um barulho e rapidamente se escondem debaixo da caminhonete. Os causadores do barulho aparecem, dois seres com aparência assustadoras. Um deles pega o corpo de Conny e fica com vontade de comê-lo, falando que carne humana era a melhor. Norman chega a conclusão que eles eram Demônios, horrorizando Emma. O demônio coloca o corpo de Conny em um pote com água, enquanto Emma se preocupava com a segurança de Mama, querendo comer pelo menos um dedo de Conny. O outro demônio o adverte, dizendo que era uma criança valiosa que pessoas como eles deveriam comer, que esta fazenda de carne humana produzia produtos de alta qualidade para ricos. Chocada com tal revelação, Emma começa a juntar os fatos e vê que era verdade, como o número de identificação, comida todos os dias, e fica horrorizada ao saber que eles estavam vivendo para serem comidos depois.

Outro demônio, chamado Gunpa, aparece, reclamando que era mais uma criança de seis anos, mas fica feliz ao saber que os próximos produtos seriam de grande qualidade. Gunpa pede para colher os três com as melhores notas, aonde Mama aparece, que diz para eles não se preocuparem. Norman e Emma observam espantados, sem reação. Antes de partirem, Gunpa sente algo em baixo da caminhonete, se agaixando para ver. Não muito longe dali, Norman e Emma correm em direção ao orfanato, Emma cai no chão e começa a tentar negar tudo que aconteceu, que Mama não estava sabendo daquilo e que aquela menina não era Conny. Norman conta que aquela era mesmo a Conny, Emma começa a chorar e gritar e ele a consola. Ao entrarem no orfanato, Ray os encontra, perguntando se eles conseguiram e Norman responde que não.

Gunpa entrega a Mama o coelho Bernie, que encontrou debaixo da caminhonete, ordenando que o jogue fora. Voltando a cena em que Emma é consolada por Norman, ela diz que tudo mudou após isso, Norman diz para eles fugirem dali, mesmo não sabendo nada do mundo exterior, tendo em mente que eles e Ray possam ser os próximos. Emma, chorando, pergunta se é possível levar as crianças, não suportando que eles morressem daquela forma, ele sorri para ela e diz que eles conseguirão fugir com todos. Voltando à Emma em seu quarto, ela afirma que não quer mais chorar, pensando que, para fugir dali, eram necessários táticas, como o jogo de pega-pega, para que todos eles possam sobreviver.

Elementos de Investigação Editar

Neste capítulo tivemos os seguintes Elementos de Investigação:

  • 1.1 - As crianças possuem números de identificação no pescoço;
  • 1.2 - Todas as manhãs as crianças fazem exames de ciências exatas com o auxílio de máquinas modernas;
  • 1.3 - Nos exames, existe uma tela inicial que indica a idade e também o "tipo" da criança/prova;
  • 1.4 - Ray sempre prefere ficar de fora das brincadeiras;
  • 1.5 - Na floresta existem cercas que delimitam o máximo que as crianças podem andar por aí;
  • 1.6 - Nenhuma das crianças jamais viu ou tem qualquer lembrança do mundo lá fora;
  • 1.7 - As crianças sabem como é o mundo lá fora através de livros e revistas;
  • 1.8 - Ray possui um relógio;
  • 1.9 - A pelúcia de Conny, apesar de ser importante para ela, foi abandonada no refeitório;
  • 1.10 - Conny é encontrada morta dentro de um caminhão com uma misteriosa flor nascendo em seu peito;
  • 1.11 - Mama trabalha para os demônios;
  • 1.12 - Os demônios avaliam a qualidade da mercadoria pela idade e pelos resultados dos exames;
  • 1.13 - Gunpa menciona que a armadilha já está pronta;
  • 1 (Extra) - Na página dupla colorida desta edição, Ray é a única criança que aparece de costas;

CuriosidadesEditar

  • Este é o capítulo com maior número de páginas atualmente.
  • Na ordem cronológica da série, este capítulo ocorre no dia 12 de Outubro de 2045.