FANDOM


Resistência é o 30º capítulo de Yakusoku no Neverland.

SinopseEditar

Emma tenta impedir uma última vez que Norman vá ao portão com Mama Isabella, mas ele continua persistindo em sua decisão.

EnredoEditar

Norman se despede das crianças, desejando que elas continuem bem, elas desejam o mesmo e se despedem dele. Emma está quieta e triste. Mama Isabella se aproxima dela e pergunta onde estava Ray, ela responde que ele não quis vir. Em flashback, é mostrado Emma e Ray conversando, onde ela tenta convencê-lo a parar Norman, mas Ray, abalado, afirma que Norman decidiu isso, mesmo que estivesse assustado em encarar a morte. Emma tenta usar isso como motivo para ajudá-la, mas Ray diz que, se o Quartel General descobrir sobre os planos de fuga, a morte de Norman seria em vão, por isso eles não podiam fazer nada, irritado com isso.

Norman impede Emma

Norman impede Emma.

De volta a tempo real, Emma não aceita deixar Norman partir sem fazer nada, decidida a não entender os motivos do sacrífico dele. Ela corre até Norman e o abraça. Em pensamento, ela afirma que distrairá Mama e ele deverá fugir. Ela coloca o Dispositivo Inutilizador dos Transmissores na orelha de Norman e tenta afundar sua perna quebrada no chão, mas Norman percebe e a derruba no chão, espantando todas as crianças. Ele se irrita com Emma, chamando-a de idiota e perguntando até onde iria sua imprudência, não acreditando no que ela planejava fazer. Emma responde, irritada, que não iria deixá-lo ir. As crianças estranham que os dois estão brigando e Isabella se mostra séria. Norman diz à ela que só queria vê-la com um sorriso enquanto ele ia, Emma afirma que não aceitará isso porque sabe que, no fundo, ele não quer isso. Vendo e analisando a situação, Norman afirma que Emma é a continuação por ele continuar sorrindo, colocando a mão em seu rosto, mas Mama coloca seu chapéu e afirma que está na hora de ir. Emma tenta impedir, mas Isabella ameaça matá-la se ela fazer algo parecido novamente.

Antes de sair, Norman pede que Don e Gilda cuidem de Emma e Ray. Ele nota Ray parado na parede o olhando, mas não fala com ele. Norman se despede de Emma e aperta sua mão, em seguida a abraça e pede para ela nunca perder a esperança, fazendo-a chorar. Norman e Mama saem da casa. Emma cai no chão e, em pensamento, pede desculpas por não poder se despedir dele com um sorriso, agradecendo-o por tudo que fez e por ser ele. No caminho, Isabella nota que a mala de Norman está vazia, e ele afirma que não havia motivo para isso. Ela afirma que sabia que ele não iria fugir e, graças a isso, ela poderia enviar Ray e Norman quando estiverem em seu potencial máximo, agradecendo-o. Norman pergunta se Mama está feliz, ela fica chocada por um momento, mas afirma estar feliz por conhecer alguém como ele. Eles entram no Portão e Isabella pede para Norman esperar em uma sala. Ao entrar, ele estranha algo.

No dia seguinte, é narrado a rotina das crianças, que agora eram 37. Emma dá bom dia a Ray e se senta na mesa da Sala de Jantar, quase dando bom dia para a cadeira vazia de Norman.

Elementos de InvestigaçãoEditar

Em breve.

CuriosidadesEditar

  • Este capítulo se passa nos dias 3 e 4 de Novembro de 2045.