FANDOM


Vazio é o 31º capítulo de Yakusoku no Neverland.

SinopseEditar

Após Norman ser enviado, Emma entra em depressão.

EnredoEditar

O capítulo começa mostrando como está a casa sem Norman, com sua cama sem colchão, a cadeira onde ele sentava vazia, sua escova de dente retirada e sua mesa dos Testes de Inteligência vazia. Emma está no corredor e pensa ter ouvido Norman, mas, ao se virar, vê que não era verdade, estando triste por ele ter ido. Do lado de fora, Emma está encostada em uma árvore enquanto os outros brincam. Phil comenta que Emma está triste, Lani e Thoma comentam que Ray também estava, comentando que isso era porque Norman e os dois eram próximos.

Don e Gilda

Gilda e Don discutindo sobre o rumo da fuga.

Don e Gilda se olham e lembram de uma conversa com Ray, onde ele diz que todos irão morrer de qualquer forma, desistindo de escapar. Emma tenta convencê-lo entregando seu dispositivo, ele diz a ela que pode ficar com isso e diz que ela podia fugir se quiser, mas ele não iria, pedindo desculpas. Emma sai da sala triste. Voltando ao tempo real, Don e Gilda estão na floresta. Gilda comenta que Emma e Ray parecem pessoas diferentes e pergunta se eles seriam mesmo capazes de fugir neste momento. Don diz que ficar em pânico não ajudaria e eles deveriam fazer o seu melhor a seu modo, no qual ela concorda.
Isabella aconselha Emma

Isabella aconselha Emma a se tornar uma mama.

Na enfermaria, Emma está deitada e pensa no que deveria fazer sem Norman e Ray. Ela duvida se conseguirá ajudar todos a escapar e viver, afirmando que não conseguia fazer nada útil e não conseguia fazer nada sem Norman. Nesse momento, Isabella entra na enfermaria, assustando Emma. Ela abraça Emma e cita todas as coisas que deram errado, como a morte de Norman, a desistência de Ray e o abismo atrás do muro, afirmando para ela desistir de tudo para deixar de sofrer, pedindo para ela aceitar seu destino. Isabella diz que, se ela estiver de acordo, irá recomendá-la ao alto escalão como candidata a Mama, afirmando que ela irá crescer, ter um filho e, se for considerada digna, voltará à uma planta como Mama ou Irmã. Ela afirma que Emma é uma criança especial que merecia essa opção. Imediatamente, ela pensa em quem escolheria isso, Isabella concorda, mas afirma que era a única opção. Ela pede para Emma viver e formar sua carreira como Mama. Porém, Emma recusa fazer isso. Isabella se irrita e sai do cômodo, mas olha para Emma chorando na cama antes, ficando triste.

Emmaligna 2

O sorriso de Emma após Ray perguntar se ela desistiu.

Sem saber o que fazer, a cena muda para Emma encostada em uma árvore, sem esperança alguma, pensando que era impossível e ela não poderia fazer nada. As crianças tentam animá-la, mas não conseguem. Don e Gilda ficam tristes ao ver como Emma estava. É mostrado Ray na biblioteca, igualmente desanimado. Isabella fica triste ao ver a situação de Emma, ela se vira e afirma que aquilo era seu "chequemate". 2 meses depois, no dia 14 de Janeiro de 2046, Emma se dirige desanimada à Sala de Jantar, onde encontrou Ray, que se despedia da casa em sua última noite nela, pois era seu aniversário no dia seguinte. Ele pergunta à Emma se ela realmente desistiu, ela dá um sorriso como resposta.

Elementos de InvestigaçãoEditar

Em breve.

CuriosidadesEditar

  • Este capítulo se passa no período entre 4 de Novembro de 2045 e 14 de Janeiro de 2046.