FANDOM


Principal Galeria
Eu odeio fazer isto com cada fibra do meu ser, mas eu estou dando isto a vocês. É melhor que fujam, seus pirralhos malditos! Vocês são bons em pega-pega, não são? Corram, corram e corram e vivam, sobrevivam, para se tornarem aqueles que irão quebrar e erradicar esta sociedade de merda em que vivemos!

—Krone momentos antes de morrer.

Krone (クローネ, Kurōne) era uma mulher de cargo "Irmã" que atuava como a ajudante de Mama Isabella na Planta 3. Tinha como objetivo usurpar o cargo de Isabella, assim se tornando a mama da fazenda. Porém, após sua breve investigação, ela foi enganada por um plano de Isabella e Grandmother e morta por um "demônio". Seus últimos pensamentos foram que as crianças fugam e possam viver.

PersonalidadeEditar

Para as crianças, Krone se passa de uma mulher amorosa e carinhosa, que ama brincar com elas, mas sua real personalidade é uma mulher inteligente, esperta, fria, raivosa, manipuladora e bajuladora. Apesar disso, ela age de uma forma calma e irônica com as cinco crianças, fazendo caretas cômicas na maioria das vezes. Krone aparenta seguir todas as regras sem exceção, como a primeira coisa que queria fazer, ao descobrir que duas crianças do orfanato haviam descoberto a verdade, era encontrá-las e mandá-las ao envio, conforme as regras.[3] Apresenta um lado muito agressivo, querendo puxar os "alvos" pelos cabelos e os enviariam imediatamente após se tornasse uma mama. É muito esperta e sagaz para adquirir seus objetivos, como ela fingiu que sabia quem eram as crianças que sabiam do segredo para Gilda, apenas para ela contar-lhe a verdade.

Objetivo de Krone

Krone revela seu objetivo de usurpar o cargo de Isabella.

Desde que começou a ser ensinada para se tornar uma mama, foi dito a Krone que ela deveria competir para sobreviver, o que a tornou uma mulher competitiva, sem escrúpulos para atingir seus objetivos. Tem como objetivo se tornar a mama do Planta 3 e está realizando um grande plano para tirar Isabella do poder, fazendo sua própria investigação e até mesmo ajudando as crianças para que elas possam fugir e Isabella ser deposta, algo que é totalmente contra as regras.

Em seus últimos momentos de vida, Krone muda seu pensamento sobre sobrevivência, desejando que as crianças consigam fugir e sobreviver e erradiquem a sociedade atual, a qual ela se referiu como "sociedade de merda".[4]

AparênciaEditar

Cicatriz de Krone

A cicatriz no peito de Krone.

Krone é uma mulher alta, de pele negra e grande busto. Tem um rosto com queixo alongado, sobrancelhas finas, olhos pretos e lábios grossos. Krone é constantemente vista com expressões engraçadas e um tanto bizarras. Tem cabelo preto e encaracolado, que vai até a metade de seu pescoço. Veste o uniforme das mamas e irmãs, que é um vestido preto de mangas longas com gola branca, que cobre seu número de identificação, comum avental branco sob ele. Devido a implantação do microchip em seu coração, ela possui uma longa e visível cicatriz no tórax.

HistóriaEditar

PassadoEditar

Jovem Krone

Krone, com 12 anos, quando começou seu treinamento para ser uma "mama".

Nascida em 2019, Krone foi enviada com 1 ano para uma fazenda desconhecida, aonde se destacou por sua nota perfeita (300) nos Testes de Inteligência diários.[2] Ao completar 12 anos, graças às suas notas perfeitas, teve a chance de escolher entre a morte ou continuar viva e se tornar uma mama, escolhendo a óbvia opção de viver. Começou a ser ensinada por Grandmother, a mulher que ensinava as jovens futuras mamas. Entre este tempo, teve um microchip implantado em seu coração, que lhe impediria de sair da área das fazendas.

Uma vez no Quartel General, ela viu secretamente uma reunião de um humano com um demônio, mudando completamente a visão que lhe foi dada que humanos só sobreviviam da forma que lhe foi ensinada. Este humano deixou cair uma caneta, Krone a pegou e guardou para si.[5]

Arco de IntroduçãoEditar

Krone e Mama chegando ao orfanato

Krone chegando ao orfanato ao lado de Carol e Mama.

Quando Mama Isabella pediu ao alto escalão uma ajudante, eles enviaram Krone. Ao chegar no Planta 3, ela simplesmente cumprimenta as crianças e diz que irá morar com elas, assustando Emma, Norman e Ray, que não esperavam outro adulto no orfanato. Em seguida, ela é chamada por Mama para conversarem, entrando na sala dela. Ela agradece pela oportunidade que Mama a deu, embora Mama diga que não escolheu-a especificamente, contando as coisas que tinha ouvido sobre ela, que foi a mais jovem mama escolhida, sobre seus produtos de alta qualidade e que ela era sua inspiração. Em seguida, ela recebe documentos das crianças do orfanato, perguntando o porquê de ter sido requisitada. Mama conta que duas de suas crianças souberam seu segredo, ela imediatamente sugere para reportarem ao alo escalão, mas Mama a proíbe, pois já tinha ideia de quem são e que resolveria de seu próprio jeito, Krone concorda.

Krone passa a supervisionar as crianças, fingindo ser uma gentil senhora. Ela se aproxima e se apresenta a Norman e Ray, elogiando-os por suas notas perfeitas diárias, dizendo que era um prazer conhecê-los, se distanciando em seguida. Em seu pensamento, Krone se surpreende que nenhuma criança estava demonstrando em suas feições que havia descoberto algo. Em seguida, expressando uma cara de felicidade, ela pensa ter entendido tudo, pensando que com o descumprimento das regras de Isabella ao não delatar à situação ao alto escalão lhe faria ter um favor pendente de Isabella, no qual poderia usar para subir na hierarquia e se tornar uma mama, mas, como as vagas de mama são restritas, ela iria juntar provas dos erros de Isabella e a reportaria ao alto escalão, possibilitando que ela se tornasse a mama do orfanato. Decidida a isso, Krone começa a investigar a identidade das duas crianças.

Krone pega Emma

Krone encarando de uma forma assustadora Emma após pegá-la.

No dia seguinte, usando seu radar, ela vai até as crianças no interior da floresta, perguntando se podia brincar com elas de pega-pega, como uma forma de aproximação. Ao concordarem, ela estabelece um prazo de 20 minutos e que será a pegadora, dizendo para eles tentarem não ser pegos por ela. Sua verdadeira intenção é descobrir os alvos através deste simples teste, pois Isabella nunca lhe diria nada por não ter nenhuma confiança nela, assim exporia as crianças e derrubaria Isabella. Na floresta, Krone acaba seguindo pegadas falsas deixadas por alguma criança, se surpreendendo com a inteligência das crianças e porque Isabella as chamava de "especiais", então, deixando de lado seu radar, ela decide "ficar séria", lembrando das informações de cada criança. Colocando marcas nas folhas, ela atrai todas as crianças de 6 anos até um único local e as pega. Seguindo um garoto até um tronco, no qual ele entrou, Krone destrói o tronco com um soco e o pega. Seguindo Emma, Phil e Maya até uma parte da floresta, apontando à ela que seu ponto fraco é sua ingenuidade, também afirmando que, se ela viu a colheita, estava do seu lado,  encontrando e pegando-os. Seguindo Ray e Norman, os últimos restantes, ela acha que será muito fácil, mas não consegue pegar Norman, se espantando com aquilo, lembrando mais uma vez da citação de Isabella, que suas crianças são especiais, o que possibilitou que Ray a pegasse, fazendo-a perder o jogo. Espantada, ela chega a conclusão que a fazenda estava mais para um zoológico, cheio de bestas imprevisíveis.

Arco de Fuga de Grace Field HouseEditar

No dia seguinte, Krone pergunta mais uma vez à Isabella quem são os alvos, mas ela se recusa a dizer, novamente dizendo que tinha tudo sob controle, informando-a que ela é uma mera preoucaução, lhe garantindo um cargo de "mama" se ela continuasse a seguindo, causando a irritação de Krone. Em seguida, Isabella pergunta sobre o jogo, Krone se lembra de tudo visívelmente frustada e afirma que são crianças especiais, no qual Isabella exclama que ela finalmente entendeu, notando que tudo era parte do plano dela, que a sua suposta fraqueza era apenas mais uma parte de seu plano. Isabella se aproxima dela e diz ter certeza que ela não cometerá mais o mesmo erro, dispensando-a, espantando Krone.

Krone intimidando Gilda

Krone intimidando e interrogando Gilda.

Disposta a seguir com seu plano, Krone torna Gilda seu alvo, fazendo frequentes perguntas sobre sua amizade com Emma e se ela havia feito algo, pedindo para se encontrarem de noite em um dos quartos. Antes de falar com Gilda, em pensamento, ela sabe que Isabella está mentindo, apontando que a regra de que apenas as meninas podiam cuidar dos bebês era uma regra exclusiva dela, como uma forma de preparação para a próxima mama: Emma, o que a deixa irritada com o trio mais velho e Isabella, dizendo que os enviaria pelos cabelos quando puder. Ela pergunta à Gilda, mas ela diz que nada a estava perturbando, pedindo para deixá-la sozinha. Em seguida, ela sugere que Emma contou tudo, espantando Gilda e Emma, que estava escondida atrás da porta, perguntando se mais alguém sabia, sugerindo Norman e Ray. Porém, Gilda diz que era apenas uma briga entre ela e Emma, algo que ela não tinha como saber. Então, Krone cochicha à Gilda que se sentisse que Emma estava mentido para ela, poderia lhe contar, sumindo em seguida. No outro dia, ela passa a investigar mais, começando pelo depósito.

A oferta de Krone

Krone oferecendo seu apoio aos cinco.

Sua investigação fez com que Krone "sumisse" por vários dias. Durante a noite do dia 31 de Outubro, ela observa silenciosamente a discussão de Don, Emma, Norman e Ray, descobrindo todos os detalhes da história. No dia seguinte, Krone segue Emma, Norman, Don e Gilda até a floresta e conta que ouviu e viu tudo da noite anterior. Imediatamente, eles pensam que eram o fim e que iriam morrer, mas se surpreendem quando Krone oferece sua ajuda aos cincos. Inicialmente, todos se apavoram, mas Norman os acalma e pede para ouvirem Krone, deixando-a impressionada. Ela diz que quer juntar forças para ambos os lados cumprirem seus objetivos, o deles de escapar e o dela de usurpar o cargo de Isabella, revelando que também queria escapar de sua posição atual, revelando seu número de identificação. Em seguida, ela explica sobre o sistema de como as garotas viram mamas e revela sua cicatriz no peito a eles, revelando sobre seu chip. Ela explica que gostaria de viver uma vida feliz na casa com as crianças, explicando que a fuga só beneficiaria ela, propondo o acordo em pensamento. Em pensamento, ela planeja se livrar dos cinco junto com Isabella, percebendo que Norman descobriu seu verdadeiro objetivo. Antes de fazerem o acordo, Emma pede uma garantia que ela diz a verdade, então Krone aponta que é Ray, pois se dissesse a Isabella as intenções de Ray eles seriam mortos e ela seria morta se ele contasse à Isabella suas intenções, sendo um beco sem saída para os dois lados. Após isso, eles fazem o acordo. Krone diz que lhe dirá tudo que eles perguntarem e os chamam para ir ao seu quarto a noite. Ela nota Gilda assustada e a acalma, dizendo que sentia gratidão por ter descoberto tudo graças a confusão dela e de Don, indo embora em seguida.

Mais tarde, a noite, Krone recebe Emma e Norman em seu quarto, afirmando que eles podiam perguntar qualquer coisa. Eles pedem que ela mostre o radar, ela o faz e fica impressionada que eles saibam sobre ele, deduzindo que era isso que impedia a fuga. Krone diz que os transmissores estão localizados em algum lugar da orelha esquerda, mas não sabe como destruí-los, além de que, se eles forem removidos de alguma maneira, o radar e o quartel general serão avisados, restando a única opção de cortar a orelha fora. Ela conta que há um bisturi e medicamentos na enfermaria, suficiente para cuidar de cinco crianças, se dispondo a emprestar sua chave e ensinar-lhes procedimentos médicos. Em seguida, Emma pergunta quantos anos ela tinha e se nasceu na mesma situação que eles, Krone diz que tem 26 anos e que também nasceu em um "Grace Field House", assim como Isabella, que tem 31. Eles perguntam se ela já viu o "mundo exterior" e ela nega. Porém, ela afirma que há humanos de lá que trabalham em conjunto com eles, fazendo suprimentos como roupas e objetos. Eles perguntam quando os "demônios" invadiram o mundo e a localização da fazenda, mas ela não sabia. Sobre a segurança, ela diz que não há nenhuma patrulha em volta do muro, pois acreditam fielmente na competência dos transmissores.

Ataque de Riso

Krone rindo ao descobrir a mentira de Emma e Norman.

Os dois agradecem e se despedem. Porém, Krone dá uma alta gargalhada quando percebe que eles já sabiam de tudo, apavorando-os. Ela explica para eles que não se adquire informações apenas com palavras, coisas como olhos, piscar, atitude, suor, ações, pupilas e batimentos cardíacos revelam pistas úteis, revelando também que estranhou quando eles nem levantaram um dedo quando ela revelou a localização dos transmissores e nem ficaram animados quando falou que havia como removê-los. Ela pergunta o que eles escondem dela e, em seguida, pergunta se eles sabem sobre The King, mas se convence que não por suas reações. Ela diz que irá falar sobre isso da próxima vez e se despede deles.

No dia seguinte, Krone estava fazendo algumas tarefas e brincando com as crianças, enquanto pensava no seu encontro com as crianças, ela se perguntava o porquê deles terem mentindo e fica curiosa pra saber como eles destruiriam os transmissores, então ela decide que era hora de uma pesquisa. Ela vai até o quarto dos meninos e mexe nos criado-mudo de Ray, se irritando por não encontrar nada. Atrás dele, ela encontrada um papel deixado pelo menos que continha o segundo ponto fraco de Isabella, que nem ela conhecia, algo que a destruiria se ela contasse para alguém como Grandma. Para confirmar isto, ela vai até os registros de Isabella e confirma o que estava no papel, ficando alegre. Porém, ela se pergunta como Ray sabia disso. Neste momento, Isabella bate em sua porta e lhe entrega uma carta do Quartel General que assusta Krone, em seguida ela se despede dela. Na carta, estava escrito que Krone estava sendo promovida para ser a mama da Planta 4 e Isabella afirma que Grandmother a espera no portão, mas ela sabia que era uma armadilha. Mesmo assim, Krone arrumou as coisas e foi, deixando uma caneta e a carta no criado-mudo de Ray.

Morte de Krone

Krone morta pelo "demônio".

No portão, ela encontra Grandmother. Imediatamente, ela conta que os três com notas mais altas e duas crianças de alto nível descobriram a verdade e planejam escapar, entregando à ela o papel que Ray lhe deixou. Porém, ela se surpreende por Grandmother dizer que não deveriam se preocupar porque Isabella tinha tudo sob controle, assim como ela quando impediu sua fuga anos atrás, explicando que não funcionaria para ela se Krone assumisse o cargo de Isabella, pois não poderia fazer o mesmo que ela. Neste ponto, Krone percebe a conspiração das duas e vê que nunca teve chance de vencer, começando a rir. Um "demônio" pega Krone em sua mão e começa a apertá-la, causando sangramento e quebrando seus ossos. Ela lembra de seu treinamento para ser mama e como foi dito que aquela era a única forma de humanos sobreviver. Ela lembra da caneta, uma caneta com as iniciais "W.M", e diz que as crianças irão fugir e que Isabella deixará sua poderosa posição. Ela deseja que as crianças fujam e sobrevivam para se tornarem aqueles que erradicariam a sociedade em que viviam. Em seus últimos suspiros, ela repara no quão bonito era o céu, tendo uma flor espetada em seu coração e morrendo.

HabilidadesEditar

One Punch Krone

Krone destruindo um tronco com um soco.

Krone demonstrou grandiosas habilidades, sendo consideradas "dignas" pelos "Demônios" para que ela pudesse se tornar uma Irmã. As habilidades físicas de Krone são incomparáveis as de qualquer um, possuindo um enorme fôlego que a permitiu correr durante 20 minutos sem descanso e sem mostrar nenhum sinal de cansaço. Krone também demonstra grande força física, sendo capaz de destruir um tronco de árvore com um soco. Krone se mostra muito inteligente e sagaz, demonstrando isso várias vezes, como ela descobriu que Emma e Norman sabiam como destruir os transmissores pelos sinais de seus corpos e quando usou a curiosidade das crianças para poder pegá-las, colocando símbolos em folhas para atraí-las.[6][7]

Demonstrou outras habilidades, como m espionagem, conseguindo estar em um local sem nem ser notada, uma grande vantagem.[8] Aparenta ter uma boa memória, conseguindo memorizar os pontos fracos e fortes das mais de 30 crianças do orfanato. Krone também demonstrou conhecimentos sobre procedimentos médicos, como ela cita que poderia tirar a orelha das crianças e poderia tratá-las corretamente.[9]

CuriosidadesEditar

  • A tradução de "Krone" é "coroa".
  • Posuka disse em uma entrevista que adora desenhar Krone. O autor Shirai também disse que adora vê-la em ação.
  • Considerando que tanto para ser uma mama e/ou irmã de uma fazenda é preciso ter tido um filho, é provável que Krone teve um filho em algum momento.

Galeria Editar

ReferênciasEditar

  1. Extras do Volume 2
  2. 2,0 2,1 Capítulo 6, página 18
  3. Capítulo 6, página 19
  4. Capítulo 23, páginas 16-20
  5. Capítulo 23, página 17
  6. Capítulo 9, página 9
  7. Capítulo 21, páginas 17-19
  8. Capítulo 18, página 20
  9. Capítulo 21, página 10