FANDOM


Principal Galeria
Eu amo vocês tanto... Que eu não quero que vocês sofram! Eu não quero me tornar a razão de seu sofrimento! Vocês não concordam que tiveram uma vida boa? Crescendo em uma casa cheia de boa comida e amor. Vocês não conhecem a fome ou o frio. Vocês vão morrer se sentindo satisfeitos! O que mais podem querer depois de tudo isso?

—Isabella para Emma e Norman.

Isabella (イザベラ, Izabera) é a Mama da Planta 3. É reconhecida por ter sido a mais jovem mulher que se tornou mama e também por sua ótima administração.

PersonalidadeEditar

Para todas as crianças, Isabella finge ser uma boa mulher, carinhosa, atenciosa, paciente e amável para com todos os seus "filhos", sendo completamente diferente de sua verdadeira personalidade, aonde é fria, inteligente, calculista, manipuladora e um tanto irônica. Isabella é sempre vista calma e sorridente, principalmente quando conversa com alguém sem nenhum tipo de atuação, isso devido a seu imenso autocontrole e confiança em suas próprias ações. São raros os momentos em que Isabella se mostra impressionada com algo, como quando Ray lhe perguntou sobre o orfanato pela primeira vez,[1] e quando Norman não aparecia durante o dia de seu envio.

Ela carece de qualquer sentimento de culpa e remorso, não se importando em mentir sobre o verdadeiro destino das crianças para todos, chegando ao ponto de Norman compará-la a uma parede de ferro. Outra situação que isso é visto é quando ela revela a Ray que eliminou Krone sem nenhum remorso. Porém, Isabella demonstrou uma preocupação especial como Emma. Embora já tenha ameaçado matá-la, ela demonstrou tristeza ao ver Emma em depressão e quando ela recusou se tornar uma Mama. Isabella tem uma grande preocupação com o prestígio de sua fazenda, acima até mesmo de obedecer o regulamento, como fez em vários momentos, como não enviar Ray, Norman e Emma de imediato. Ela demonstrou grande confiança em suas habilidades de impedir a fuga das crianças, preferindo não reportar ao alto escalão que seu segredo foi descoberto, conforme as regras, apenas para fazer as coisas de seu jeito.

AparênciaEditar

Mama Isabella é uma mulher de pele clara, alta, com rosto fino e com um grande busto. Seus olhos são pretos e tem nariz e sobrancelhas finas. Tem cabelo preto penteado para trás e amarrado, preso em uma rede de cabelo. Veste um vestido preto de mangas longas, com uma gola branca, dois botões abaixo dela e um avental branco.

HistóriaEditar

PassadoEditar

Isabella e Grandmother

A fuga de Isabella frustrada por sua mama.

Isabella nasceu em 2014 em uma fazenda de carne humana, que era gerenciada por Grandmother. Em algum momento, Isabella descobriu a verdade sobre o orfanato, o que a fez planejar uma fuga para escapar de seu destino, embora seja ainda desconhecido se ela iria fugir sozinha ou se levaria as outras crianças. Porém, sua fuga foi interrompida por sua mama.[2] Isabella não foi morta e, quando completou 12 anos, foi recomendada por sua mama e passou a ser treinada para ser uma mama. Além do treinamento de força, inteligência e outras coisas básicas, Isabella, em algum momento, teve um(a) filho(a), como um dos requisitos para ser mama. Após isso, ela foi considerada hábil e se tornou a mama da Planta 3.

No capítulo bangaihen, que ocorre em 1 de Janeiro de 2039, uma de suas crianças, Norman, ficou doente e ela teve que ficar impedindo que Emma entrasse em contato com ele, para não ficar doente. No mesmo ano, Ray, uma de suas crianças, perguntou a ela sobre a verdade do orfanato, chocando-a por um momento, e fez um acordo com ela, ele seria seu espião em troca da vida de seus amigos, Isabella aceita e também oferece alguns presentes para ele. O garoto prodígio era um orgulho para Isabella.

Arco de IntroduçãoEditar

Mama no envio

Mama durante o envio de Conny.

Como em um dia comum, Mama estava fazendo o café com a ajuda de Norman e Ray. Após presenciar uma discussão de Ray e Emma, após ele chamá-la de criança, Mama a chama e diz que ama esse seu lado carinhoso e atencioso. Ela, em seguida, serve as crianças e as conduzem até os Testes de Inteligência, elogiando Emma, Norman e Ray após eles tirarem a nota perfeita, como de costume. Mais tarde, ela prepara Conny para seu envio aos Demônios, fazendo uma atuação de que ela seria adotada, pegando o desenho que ela havia feito e o entrega à ela. Levando-a até o portão, Mama se encontra com Gunpa e dois outros demônios, que matam Conny e a levam consigo. Gunpa pede para Mama se preparar para enviar os três mais inteligentes no próximo envio e ela concorda. Antes deles partirem, Gunpa encontra o coelho de pelúcia Bernie de Conny embaixo da caminhonete, entregando-o a Mama, pedindo para ela jogá-lo fora. Isso faz com que ela descubra que duas crianças descobriram seu segredo, começando a investigar quem foi.

No dia seguinte, Mama age como de costume, sendo carinhosa e gentil com as crianças enquanto elas a ajudam a fazer o café da manhã e também cumprimentando os três mais velhos por sua nota perfeita. Ao entardecer, Mama se reúne com todas as crianças, para checar se não estava ninguém faltando. Neste momento, Mark vai ao seu encontro e lhe informa sobre o sumiço de Nayla. Como uma forma de mostrar seu controle à Emma e Norman indiretamente, Mama usa seu radar e localiza Nayla na floresta, indo buscá-la rapidamente. Ela retorna e conforta Mark, que estava desesperado pelo sumiço de sua amiga.

O número de Mama

O número de identificação de Mama revelado.

Continuando sua investigação, Mama chega até Emma, que estava agindo diferente do comum, quando ela estava vendo o local do desenho de Conny, encarando-a. Ela começa a analisá-la, tentando descobrir se tinha sido ela que havia ido ao portão. Porém, Emma percebe e finge estar bem, conseguindo controlar até mesmo seus batimentos cardíacos, fingindo que estava apenas pensando na saudade que a separação da casa e de Mama causaria nela. Ela diz se perguntar como Conny estava e se ela realizaria seu sonho de ser mãe, aonde Mama responde que esteja desejando isso, impressionando Norman por sua frieza. Após Ray anunciar o jantar, Mama pergunta se Emma e Norman se eles foram ao portão, mas eles negam. Ray lhe entrega um livro com um papel, contando que Emma e Norman sabiam a verdade, acalmando-a. Indo a seu quarto, Mama diz que não deixará ninguém escapar e que apenas ela iria sobreviver, revelando seu número de identificação no pescoço.

Krone e Mama chegando ao orfanato

Mama chegando ao orfanato com Carol e Krone.

No outro dia, enquanto brincava com as crianças no jardim, Mama nota que Ray não estava embaixo da árvore, como de costume, estranhando. Em algum momento em meio disso, em um de seus relatórios, Mama solicita ao alto escalão uma ajudante para poder vigiar Ray, devido ao incidente do portão. Ela ordena que Emma, Norman, Ray, Don e Gilda arrumem um quarto, aonde sua ajudante ficaria. Mais tarde, sua ajudante finalmente chega, chamada Krone, com uma bebê chamada Carol. Levando Krone a sua sala, Mama lhe entrega os documentos de todas as suas crianças e pede para ela memorizá-los. Após Krone questionar o motivo de sua solicitação, Mama explica a situação de seu segredo exposto. Imediatamente Krone sugere que eles reportem a situação ao alto escalão, mas Mama afirma que não é necessário, segurando o rosto de Krone, dizendo que bastava impedir que as crianças fugissem antes do dia do envio, pois, se o alto escalão soubesse, atrapalharia no prestígio da fazenda. Após explicar seus deveres como sua ajudante, elas fazem um trato.

No dia seguinte, Mama faz seu relatório, como de costume. No entanto, ela recebe a chamada de uma mulher a que se refere como Grandmother, perguntando se ela conseguiria enviar "aqueles três" como planejado, pois seu orfanato era o único entre as outras plantas que poderia fazê-lo. Mama concorda e diz que poderá enviar qualquer criança quando lhe for pedido. Mais tarde, ela chama Emma e arruma a gola de sua blusa, dizendo que ela já poderia brincar e lhe dá carinho, despedindo-se dela. Porém, quando Emma se afasta, sua expressão carinhosa some.

Arco de Fuga de Grace Field HouseEditar

Mama e Krone - Cap 11

Isabella oferecendo a Krone um cargo de mama em troca de seu apoio.

Após Krone pergunta à Isabella quem são as duas crianças, a joem mama segue insistindo que tem tudo sobre controle. Ela lhe diz que Krone é apenas uma precaução, uma garantia para proteger seus preciosos "bens", afirmando que ela não precisava saber quem eram os alvos, também deixado claro que, se ela continuasse seguindo suas ordens, conseguiria uma vaga para Krone se tornar uma mama. Em seguida, ela pergunta como foi o jogo de pega-pega, perguntando se Krone havia finalmente entendido, fazendo Krone perceber que a vantagem que parecia ter encontrado sobre Isabella era, na verdade, parte do plano da jovem mama.

Dois dias depois, Isabella se encontrou com Ray a noite, pedindo novas informações sobre Emma e Norman, sem saber que Ray havia contado a Norman que ele era um espião. Ele também comenta que Krone está agindo de forma independente, perguntando se ela foi chamada para mantê-lo na linha, Isabella confirma isso, dizendo que fez isto pelo incidente do programa, pois não tinha como antecipar que Norman quebraria as regras, assim como não tinha como antecipar a inutilidade de Ray em seu trabalho em vigiá-los. Ela também comenta que sua encomenda chegará em dois ou três dias, dispensando-o em seguida.

Ao decorrer dos dias, Isabella seguiu com sua rotina, sem desconfiar que era observada secretamente por Emma e Gilda, que descobriram sobre seu quarto secreto. Em meio disso, Don esbarrou nela, mas ela não deu importância, sem perceber que Don havia roubado a chave de seu quarto. Na mesma noite, ela foi até seu escritório, aonde encontrou Eugene que lhe entregou sua chave, que foi deixada por Don e Gilda. Ela se assusta por sua chave ter sumido e pergunta desde quando, mas finge uma reação calma e agradece Eugene. Indo até sua sala para fazer o relatório, ela recebe um aviso de seus superiores que o próximo envio só aconteceria em Janeiro de 2046, aonde ela deveria enviar Ray. 

Ray e Isabella

Isabella contando a Ray sobre seu envio.

Em seu encontro com Ray no dia seguinte, ela se surpreende por ele e Norman terem entrado em uma briga, justo eles. Ela pergunta o que ele queria lhe contar, então ele revela que Norman planeja matá-la, mas Isabella não demonstra nenhuma preocupação e diz que ele só quer fazer isso se quiser fugir com todas as crianças, Em seguida, demonstra um grau de preocupação com o veneno que Norman preparou, dizendo que deveria checar o que ele estava fazendo, Ray pede a ela que não os envie de imediato e que Emma e Norman possam viver pacificamente no orfanato, afirmando que trocaria a garrafa com o veneno por uma falsa se ela desejasse, encerrando o relatório. Antes dele ir, ela conta sobre o que lhe foi dito a noite, sobre seu envio, no qual ele aceita estranhamente bem.

No dia seguinte, Isabella está em sua sala com o livro, ela o fecha e diz que finalmente está na hora. Ela vai até o quarto de Irmã Krone e lhe entrega uma faca e uma carta do Quartel General, esta carta dizia que Krone foi convocada para ser a Mama da Planta 4, uma óbvia armadilha de Isabella. Ela diz à Krone que enviou uma carta de recomendação sobre ela para o Quartel General há um tempo e que eles a aceitaram, já que a mama da Planta 4 estaria indisposta para realizar seu trabalho, afirmando que Grandmother estava no portão lhe esperando. Apesar de ter notado que era uma armadilha, Krone foi ao portão, para contar tudo à Grandmother, mas descobre que as duas estavam trabalhando juntas e é morta por um "demônio".

Isabella encontra Emma e Norman

Isabella encontra Emma e Norman na floresta.

Às 13:00, Isabella chama Ray para conversarem, levando-o até o quarto que era de Krone. Ela nota que Ray estava procurando pro Krone e ela conta que a eliminou, ele se espanta e corre até o quarto de Krone, que estava completamente vazio, ela segura nos ombros e afirma que a eliminou por não ser mais útil para ela, afirmando que Ray também não era mais útil e que sua acordo terminou. Ray se irrita e lembra de todo o trabalho que fez por ela, ela concorda e afirma que até o trouxe para perto dela mesmo sabendo que era um traidor. Ray pergunta quem se importava e grita que ele ainda é útil, Isabella concorda, mas as circustâncias mudaram e irá contê-los de seu jeito. Ela pede desculpa para Ray e o tranca no quarto de Krone, saindo da casa rumo a floresta em busca de Emma e Norman. Através do radar, ela os encontra e sorri calmamente para eles.

Isabella quebra a perna de Emma

Isabella quebra a perna de Emma.

Emma e Norman tentam disfarçar, Isabella comenta que em dez anos que eles vivem juntos seria a primeira vez que eles conversariam sem nenhuma atuação, se apresentando oficialmente para os dois. Ela ri da reação tensa das crianças, afirmando que era apenas ela, não tendo motivo para ficarem tensos e nem serem boas crianças, pois sua relação era unicamente de uma fazendeira e seus animais. Porém, ela afirma que os ama e quer impedir que eles sofram no "mundo exterior", perguntando se eles não viviam uma boa vida no orfanato todos estes anos, apavorando Emma ao se lembrar de Conny, sugerindo que eles vivam felizes juntos até o último dia. Descobridno o plano de Isabella, Emma avança sob ela e tenta roubar seu radar, para que Norma possa fugir. Porém, Isabella a derruba no chão e quebra sua perna direita. Ela debochadamente abraça Emma, dizendo que é bom lhe abraçar deste jeito, colocando curativos em sua forma. Ela diz a Norman que foi surpreendente ele ter visto através da situação e o parabeniza, afirmando que será enviado no dia seguinte. Ray, Don e Gilda chegam e ouvem a notícia, Ray pergunta à ela o que houve com a perna de Emma, Isabella responde que a quebrou, mas se curará em 1-2 meses, afirmando que ela espera que esteja curada para o aniversário de Ray, quando ele será enviado. Ela pede a bolsa com as cordas de Norman e os seis retornam à casa.

Ameaça de Isabella

Isabella ameaça matar Emma se ela agir imprudentemente novamente.

A noite, Isabella anunciou a todas as crianças que um amável casal decidiu adotar Norman, o que causou felicidade e tristeza nas crianças. Enquanto as crianças parabenizavam Norman, Isabella encara sorridente Ray, Don e Gilda. No dia seguinte, horas antes do envio, Isabella fica aflita por um tempo ao não ver Norman junto com todos, decidindo procurá-lo com o radar, mas, antes que pudesse, Norman retorna à casa. A noite, Isabella chama Norman para se despedir de todos, mas presencia com raiva a discussão de Norman e Emma, onde ela tentou inutilizar o transmissor dele. Ela calmamente diz a Norman que está na hora e ameaça Emma, sme que ninguém ouça, afirmando que a mataria se fizesse isso mais uma vez. Isabella e Norman saem da casa e vão ao portão. No caminho, ela revela que sabia que Norman não fugiria e o agradece, afirmando que poderá enviar Emma e Ray apenas quando eles atingirem seu potencial. Norman pergunta se ela está feliz e ela responde que sim, afirmando que foi capaz de conhecer alguém como ele. Ela deixa Norman em uma sala no portão, pedindo para ele esperar.

Isabella aconselha Emma

Isabella aconselha Emma a se tornar uma mama.

Dias depois, Isabella se aproxima de Emma, que está abalada, na Enfermaria e a abraça, mencionando todas as coisas que estão acontecendo com ela e pede que ela desista. Ela diz à Emma que, se ela estiver disposta, ela a indicará como candidata à próxima mama da Planta 3, citando o que ela deveria fazer, afirmando que ela é especial e merecia essa opção. Ela afirma à Emma que ela deve aceitar seu destino e pede para que viva e inicie sua carreira como mama. Emma nega, então Isabella deixa a sala, mas fica triste ao ver Emma desolada. Dias depois, ela também fica chateada ao ver que Emma estava deprimida e sem vontade de seguir.

2 meses depois, Isabella lembra que Ray faria 12 anos no dia seguinte, surpresa ao lembrar que seu envio foi ordenado especialmente para ser servido a The King no Tifari. Ela lembra que Emma, Ray, Don e Gilda não tem feito nada suspeito, mas não podia abaixar sua guarda por isso. Ela escuta um grito de Emma e corre a Sala de Jantar em chamas, com Emma afirmando que Ray estava lá. Pensando ser uma armadilha, ela checa seu radar, mas nota que o sinal de Ray estava aparecendo. Ela se irrita pelo ato de Ray, mas não aceita abandoná-lo por ser um produto valioso. Ela pega um extintor e manda Gilda tirar as crianças da casa. Vendo que o extintor não seria suficiente, ela pede para Emma sumir, mas ela "some". Isabella segue o sinal de Emma até o banheiro e encontra sua orelha no chão, se assustando.

HabilidadesEditar

Criada em uma fazenda de carne humana, Isabella sempre teve uma incrível inteligência, tirando a nota perfeita diariamente nos Testes de Inteligência e até mesmo conseguindo descobrir a verdade das fazendas. Ela é uma mulher analítica, manipuladora e estrategista. Isabella manipula as situações ao seu redor e, cuidadosamente, usando tudo para seu devido momento, como enganou o trio mais velho diversas vezes, escondendo suas verdadeiras intenções.

Devido a ter passado por um intenso treinamento para se tornar uma Mama, Isabella tem conhecimentos médicos básicos para poder manter a qualidade de suas crianças, sabendo costurar e uma grande força física, considerando que as garotas tem sua força treinada, sendo capaz de quebrar a perna de Emma facilmente. Ela é também muito ágil, se locomovendo de seu escritório até a Sala de Jantar em segundos.[3]

CuriosidadesEditar

  • Isabella tem um ponto fraco que nem mesmo ela sabe, revelado no Capítulo 22. Os únicos que conhecem este ponto fraco são Ray e Krone.
  • O desenhista do mangá, Posuka, diz que Isabella, junto com Krone, são as personagens que ele mais gosta de desenhar. Segundo ele, a personagem é a única atual que merece ser desenhada de uma forma bonita.

ReferênciasEditar

  1. Capítulo 28, página 8
  2. Capítulo 23, página 12
  3. Capítulo 33, página 3